Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha


Horário de atendimento

De segunda a sexta-feira das 08:00 as 11:00 e das 14:00 as 17:00


Gêneros dos textos
Infantil112
Artigos294
Ensaios60
Contos471
Crônicas415
Poesias1495
Resenhas54
Entrevistas24
Pensamentos312


Mais visitados
CRÔNICA, CONTO, ROMANCE, NOVELA...14060
M I N H A M ã E2916
B E I J A - F L O R2654
Cotas: uma forma de reparo social1820
Ela:Tornando-se primeiro pronome.1619


Mais recentes
Dissertação de Mestrado Em Ciências da Educação Defendida na LusófonaO Silêncio8/12/2019
Soneto ao que perdemos21/10/2019
SONETO PÓSTUMO27/07/2019
SONETO DA MINHA TURMA11/07/2019
Criança Interior24/06/2019

Lançamentos




  • Divulgação científica Bioindicadores, relatores ambientais

    Bioindicadores são fatores bióticos empregados para o reconhecimento de condições (passadas, presentes ou futuras) de ecossistemas. "As espécies estão adaptadas para sobreviver, se reproduzir e realizar relações ecológicas em condições ambientais específicas. Desta forma, a presença de cada tipo de ser vivo indica características físicas, químicas e estruturais do ambiente em que se encontra. "De maneira geral, as características dos melhores bioindicadores são: "· limites de tolerância estreitos – sensíveis a pequenas mudanças ambientais; "· abundância; "· identificação... (leia mais)


    Maristela Zamoner

  • RUGAS DE UM SORRISO

    "Ah, aqueles tempos de DCE(DIRETÓRIO CENTRAL DOS ESTUDANTES)!. Sua sede social ficava(ou ainda fica?)ali na rua Gonçalves Dias, bairro de Lourdes, na bela capital mineira As horas dançantes aconteciam quase sempre aos sábados. Era um festival de moças bonitas e casadoiras. "Os universitários ali se reuniam para uma paquera geral. Normalmente, os rapazes permaneciam em pé, muitas vezes caminhando em volta das mesas, sem ocupá-las, para não pagarem gorjetas ao garçom. Iam diretamente ao bar e compravam suas bebidas. "As moçoilas, sim, sentavam-se às mesas, às vezes com seus pais, parentes, ou acompanhadas de colegas, irmãos ou namorados. "Floriano não perdia um baile no DCE. Tinha... (leia mais)


    Geraldo de Castro Pereira

  • O DESAFIO DO MERCOSUL

    A UNESCO PUBLISHING tem-me inteirado de seus projetos dedicados não apenas à divulgação da cultura dos mais diversos povos. A edição de obras voltadas à discussão e análise profundas das mais delicadas questões sócio-culturais têm desempenhado um importante papel na busca de caminhos viáveis à manutenção de tradições, sem que isto signifique o isolamento ou o retardamento dos países correspondentes no processo de integração. Inclusive e especialmente da cultura. Chega às minhas mãos a obra “ Identidad, Integración y Creación Cultural en América Latina – El Desafío del Mercosur ”, de Gregorio Recondo, editado pela UNESCO PUBLISHING em parceria com a EDITORIAL DE BELGRANO . Esta obra surpreende não apenas pela gama de informações a respeito das... (leia mais)


    Tânia Gabrielli-pohlmann

  • A terceira intenção

    Tenho vontade de parar. Descansar. Interromper essa andança sem tréguas. Já trilhei à beça. Já corri, já tremi, já sofri, já ri também à beça. Já fiz troça, já respeitei, já ofendi, já obedeci, já liderei, já escrevi outra vez à beça. Já pensei que transformaria esse mundo dos homens, mas descobri que o mundo é das mulheres. Tenho vontade de parar, sim. Mas não posso! Não posso interromper essa caminhada. Tenho que trilhar mais um tanto, correr, tremer, sofrer, rir, respeitar, ofender, obedecer, liderar, escrever, transformar outro tanto, outro inútil tanto. Nasci nos estertores da segunda guerra do mundo, no limiar da paz. No vestibular da maturidade, carreguei uma pistola na cinta, pilotei um tanque de guerra, atirei com uma ponto-trinta. Joguei granadas... (leia mais)


    Airo Zamoner

  • Sexo e Dança de Salão

    Quando “fui iniciada” nas artes da dança de salão, no início da década de 1990, percebi algo nebuloso e fortemente relacionado a sexo na atividade. Desde então venho observando, analisando, pesquisando e estudando a natureza desta relação. Precisei de anos para chegar ao ponto de entendê-la. Por ocasião do meu primeiro contato com a dança de salão, percebi que esta atividade exercia uma influência avassaladora sobre o comportamento sexual das pessoas de qualquer faixa etária. Inicialmente, imaginei que isto se devia ao fato de que a dança de salão é dependente da relação de masculinidade e feminilidade. Esta relação se dá por... (leia mais)


    Maristela Zamoner





Tempo de carregamento:{elapsed_time}