Adélia Maria Woellner






VIVER


Não fui pedra; preferi ser semente.
Registros, rastros, marcas já deixei.
Nesta vida, não fui indiferente,
nem apenas só passei por aqui.
Chorei, sorri, cantei, sofri, amei...
Por isso é que posso dizer: vivi!



CopyRight © Cepedê Sistemas & WebSites - Comércio eletrônico.