Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha







Ilza Maria Saldanha Ribeiro






Convicção

                           Autora: Ilza Saldanha  Um pássaro livre com um canto triste Vagueia pela floresta  em busca de abrigo. Conhece toda região: desde o capim ao pé de jataí,desde a relva  até a sequóia , árvore que raro homem deve conseguir alcançar sua copa para fazer tramóia. Seu canto entristeceuquando pousou, refletiu e percebeuque nada do que  tem é seu,que nada do que fez valeu,que tiram suas penaspara aconchegar suas tendas. Era um pássaro tão lindo!Tinha o dom para alegrar outros que se aproximavam do seu ninho,mas a força lhe faltavapara tolerar as amargas águasque lhes davam. Um dia decidiuser valente:  ergueu o seu pescoço, entoou um cântico novoquando soube da históriada vida de seu criadorque de si tanto deu  e nenguémo reconheceu. Pássaro convencidosobre as ações dos que a si se assemelham.De esperiências vem sendo ungido,Mesmo convicto das falcatruas mundanas cresce  seguro de suas ações.Canta boinito e voa livre amando aos outros sem fazer acepções. Novembro de 2009  

Tempo de carregamento:0,04