Cleiton Malheiro de Oliveira






E QUANDO OLHARES

 E quando olhares para mimVeja apenas a mimNão vejas aquilo que tu reprovasPois o amor é incondicional E quando falares comigoFale com suas palavras de branduraNão digas as asperezas de tu’almaNem sempre temos que externar o que pensamos E quando olhares para mimTente enxergar que também sofroQue também choroQue também sou infeliz E quando de verdade olhares para mimVerás que sou apenas eu!

CopyRight © Cepedê Sistemas & WebSites - Comércio eletrônico.