Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha







Jose Airton Memoria da Silva






SONETO PÓSTUMO



O  destino  me  mostra  de  repente

Que a vida já não tem o mesmo encanto
Nesta  dor  a  dilacerar   a   gente
Em que o sorriso deu lugar ao pranto


Só quem perdeu sabe o que a alma sente 
Ao sucumbir em algo que dói tanto
Ante a saudade que se fez ardente
Numa queda que não sei se levanto


Ó meu Deus! Como pôde ser capaz?
De tão cedo levá-lo ao  Céu  num ai
Se  sabes  a  falta  que  ele  me  faz


Na  minha   triste   lágrima  que  cai
Em  face da dura  campa  onde  jaz 
A quem com orgulho chamei de pai

                             
                              (Airton Memória)

Tempo de carregamento:0,03