Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha







Elisabeth Silva de Almeida Amorim






TRAIÇÃO

Fui traído!
Seus olhos me procuram
Sua mão passeia em meu corpo
Afaga meus cabelos e...
Refaço  caminhos e trilhas.
Vejo em ti a satisfação.
Nossos lábios se tocam sem pressa,
 Sedentos. Insatisfeitos.
Viajamos. Vivemos. Fugimos de nós mesmos...
Oh, que viagem! E na viagem...
                                               Fui traído!
Sorrimos.
Planejamos.
Fantasiamos.
Oh, que fantasia! Nesta fantasia...
                                                                                Fui traído!
Mágicos momentos sonhados.
Corpos unidos.
Vidas inseparáveis.
Por que fui traído?
Não sou Bentinho,
Tu não és a Capitu, mas
Capiturou-me.
Preciso soltar as correntes,
Machado! Machado!
Não sou herói nem bandido
Não faço parte de nenhuma trama
Oh, Bandeira! Seguirei a indicação
“Vou-me embora pra Pasárgada”
Que inveja da sua fama!
Grito silencioso:
-Pasárgada é a solução!
Lá, tenho tudo que quero
Pois sou amigo do rei
E  até a mulher dos meus sonhos
Que roubou a minha concentração.
Em meus braços terei.
                                                                                                                                        Fui traído.
E daí?
_Oh, pensamentos traidores!
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Tempo de carregamento:0,01