Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha







Silvio Luiz Titato






Alegria, alegria

A sutileza da brisa leve que me toma,

torna fecundo os suspiros da alma.

Torna-se sol o obscuro da chuva.

 

Chova festas, algodão-doce e paçoca.

chova saudade do bem que aflora.

 

Que venha a linha.

Que costure as feridas

do que me desalinha.

 

Na espera, na janela,

espero a colheita.

Escolha feita:

alegria, alegria...


Tempo de carregamento:0,03