Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha







Marilena Orsoni






BEM MAIOR

                                 
Essa noite eu tive um sonho
que você vinha chegando
com suas mãos quentes, e macias
dispostas a me abraçar.

Daí,
eu gritei:
- Hei! Não faça isso, não!
Eu não vivo de sonhos
E muito menos de ilusão.

Se quiser me amar de verdade
seja verdadeiro. Seja real.
Então, venha.
Estarei te esperando.

Meu coração
que batia num ritmo frenético
e descompassado
assim que percebeu
que tudo não passava
de fruto da minha imaginação
voltou à  sua batida normal

e, eu acordei.

Abri a janela do quarto
e fiquei a admirar, por um bom tempo

as flores do meu jardim
- estavam molhadas e viçosas

 pela umidade do orvalho da noite.

Deixei entrar a luz do sol
 - que já se elevava,
disposto à brilhar o dia inteiro
naquela manhã amena
onde a possibilidade de uma forte chuva
era quase nula.

Enquanto eu preparava meu desjejum
ouvi um barulho.
Alguém na porta da sala batia.
Batia como quem tivesse pressa
em ser atendido.
Era você. 
transbordando uma delicadeza envolvente
 e irradiando muita alegria.

Seus braços
-agasalhados por uma linda blusa de cashmere azul
chegaram abertos
prontos a me abraçar.

Trazia nos lábios um sorriso sincero.
Nas mãos, um belo buque de rosas vermelhas.
No coração, um pedido de casamento.

No olhar, bastante ansiedade.

Meu coração saltou de emoção.
Ao som de uma bela canção

do grupo: Roupa nova:

- "Bem maior" - era a canção
.

Não podia ser diferente
Me rendi aos seus encantos
E, aceitei.
E hoje, sou feliz.

 

Tempo de carregamento:0,04