Almerinda Galúcio Aires






Cicatriz

 

Cicatriz

 

 

Para amenizar sua dor diz para si:

Um corpo é um corpo...

Sente frio e fome..se tocas com malícias..

..sente as sensações...

Um corpo...é um corpo!!”

Fostes tu!! Com a tua idade, já sabe o que procura...

Para jovem...tão criança....é uma tortura...

Há um medo...Há um temor...

Que tudo silencia...que paralisa...

Fostes tu!!Que pensas que é um corpo...

Apenas um corpo...

Ela pensa que és mais que isso...

Tens tu, o domínio...o poder...

Mas, horas te vitimizas de um demônio que te possui...

Horas te mostras vilão, intimida, inibe...

Abusando de teu poder ,tu dizes:

_Para aonde vai uma criança??

Quem acreditará em ti??

_ Aqui só te faço pequenas carícias...

Observo a tua beleza...

O mundo é muito pior!!

Tem mais!!violento acusa:

_És tu quem atrai o mal...

Sempre atrairás, por onde fores!!

Não vês que te protejo??

E assim...a criança sai para brincar...

Mas deixa seu corpo...

Um corpo....é apenas um corpo!

A menina já se escondeu ferida...

No corpo?? Nenhuma ferida!!

Na alma?? Eterna cicatriz!!

 

 

Almerinda Galúcio Aires

 

 

CopyRight © Cepedê Sistemas & WebSites - Comércio eletrônico.