ANDERSON GIBATHE






Ainda...


Se a flor ainda desabrocha na madrugada
Se o sereno ainda vira geada
Se o sol ainda aquece
Se a planta ainda cresce
Ainda há tempo...
Se a lua ainda emana o luar
Se o pássaro ainda insiste em cantar
Se a água ainda é corrente
Se o sangue ainda é quente
Ainda há tempo...
Se a terra ainda e forte
Se ainda existe o norte
Se ainda germina a semente
Se ainda temos gente
Ainda há tempo...
Se ainda é azul o céu
Se a vida ainda é o maior troféu
Ainda há tempo...
Enquanto da última bomba
Não se ouvir o estouro
E o último grito
Clamando por socorro
 

CopyRight © Cepedê Sistemas & WebSites - Comércio eletrônico.