Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha







GENERINO GABRIEL DE JESUS






LUTA PELA RESISTÊNCIA

 
   Aos indígenas do Brasil

Eu aqui vivia em paz
Com todo respeito à natureza
Que me dava a caça, o pescado
E a exuberante beleza.

O meu irmão comigo vivia
Como exemplo de união
Defendíamos nosso povo
Com bravura e determinação.

Aí vieram os bandeirantes
Tentando me aprisionar
E com toda ganância
Quase conseguiram me escravizar.

Por outro lado, os padres
Que vieram me catequizar
Destruíram minha cultura
Até minha língua deixei de falar.

Misturaram-me com outros povos
E a minha cultura se perdeu
As minhas terras, a vida
Tudo nas mãos do europeu.

Embora quase extinto
Sobrevivo na minha consciência
Luto, sou diferente
Sou a luta pela resistência.

Tempo de carregamento:0,03