Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha







Arlete Meggiolaro






PeDaÇo de MiM

Pedaço de mim...

 

Pedaço de mim,

metade saqueada de mim,

levante da platéia,

achegue-se, meu anjo,

em minha colméia,

eu preciso de você

para nosso enredo.

Você, meu porvir, faz parte

da metamorfose do meu existir.

 

Ah, pedaço de mim,

entre no camarim dos meus sonhos.

Eu preciso de você para o risonho futuro...

Coloque, com jeitinho, bandagem nas feridas

causadas pelo amor distante,

Beije-me!...

 

Maquie, com tons vivos e abrasivos,

a tristeza dolorida da sua partida,

Abrace-me!

 

Vista minh'alma com sorrisos felizes da vinda,

Conduza-me!

 

Ó pedaço de mim...

veja a dança frenética do nosso amor,

sobre os fragmentos

da impostora distância.

Amor nosso de cada dia

outrora pelo destino amputado,

hoje sem nenhuma avaria

mais inteiro do que nunca.

 

Pedaço de mim, minha alma gêmea,

abrem-se as cortinas do tablado d'alma.

Nosso momento

clama a excitação!

Nossos poros se inebriam

com o suor vertente!

 

Inteiro de mim,

embriaguemo-nos

sorvendo o coquetel

da Paixão com Amor.

 

Preciso do gosto saboroso

do seu  Amor-Pomo!...

Preciso de Você

no hoje e todo o sempre.

 

© Arlete Meggiolaro

 

 §^.^§

 

Tempo de carregamento:0,04