Rosimeire de Sousa






Quando eu não mais existir...

Quando eu não mais existir,
Não adianta levar-me flores...
Não adianta chorar e lastimar-se.
O que importa
E o que realmente foi importante,
Foram os momentos que passamos juntos.
Das flores de amanhã não mais sentirei o perfume.
As lágrimas a serem vertidas, não mais poderei consolar,
Não mais poderei chorar junto.
Viva este momento,
Viva o hoje comigo...
Vamos sentir a brisa a nos tocar levemente,
Vamos sentir no jardim a emoção diante das cores...
A mistura de fragâncias, de perfumes
A nos inebriar e nos fazer sorrir.
Vamos ficar tontos correndo atrás das nuvens,
Pois haverá um dia em que elas
Ainda existirão,
Porém eu não poderei mais olhalá-las contigo.
Viva este momento,
Viva o hoje comigo.
Venha, bailar, dançar e correr...
Vamos fazer tudo o que sonhamos,
Tudo o que planejamos,
Tudo que sempre quisemos...
Pois um dia eu não mais vou existir...
Venha me dar seu abraço apertado,
Seu beijo molhado...
Sorrir e sorrir...
Quero que você seja feliz,
Não quero que se lamente, por isso digo
Vamos viver o hoje e este momento...
Pois um dia a terra fria,
O meu corpo há de consumir...
Existirei somente em memórias...
Façamos hoje, façamos neste momento,
Estas doces lembranças que hão de ficar,
Pois fisicamente eu não mais vou existir...

CopyRight © Cepedê Sistemas & WebSites - Comércio eletrônico.