Eulália Cristina Costa e Costa






ERUCTAÇÃO

Palavras são soltas ao vento

Num simples balbuciar no tempoQuando impedidas, é num arroto Que elas irão se soltar!   Com as palavras vou me armar,Minha melhor defesa seráE o nó na garganta desaparecerá.  

Quando a eructação vier

Forte e alarmante.Que não cause espanto,Posto que seja um desabafoDe alguém quase sem voz e solitário.

CopyRight © Cepedê Sistemas & WebSites - Comércio eletrônico.