Maicon da Silva Carlos






Meu futuro


Por muitas vezes fico me imaginando no futuro. Confesso, fico muito assustado. Penso nas tantas coisas que eu posso ou poderia fazer e talvez não faça, na profissão que vou ter e nas outras que eu queria ter, nos lugares que deveria ir, mas talvez eu nunca vá. Meu futuro me assusta mais do que o da humanidade, mas na verdade todos nós humanos teremos o mesmo futuro, isso é assustador e confortador, afinal faz parte natural das coisas.

A naturalidade também me assusta. O poder que não tenho de prolongar meu futuro me deixa angustiado. Da mesma forma com que os planos em longo prazo me dão uma perspectiva, também me dão tristeza, incerteza e certezas...

A certeza de que perderei as pessoas que amo, ou que as mesmas me perderão, incertezas... A certeza de que as escolhas que faço hoje refletirão no meu futuro faz com que eu pense duas vezes antes de agir. Poeticamente isso não é legal, mas a vida não é tão poética assim, por mais que não exista vida sem poesia.

Se assustar, ter medo, angústia e tristeza não é algo bom, e provocar em nós mesmos esses sentimentos se torna burrice, afinal a vida se encarrega em vários ocasiões de nos dar isso. A partir de hoje não pensarei tanto no meu futuro, mas não deixarei de pensar antes de tomar as atitudes hoje.

CopyRight © Cepedê Sistemas & WebSites - Comércio eletrônico.