Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha







Ilza Maria Saldanha Ribeiro






Limites

 Não sou de lá, nem de cá.Não sou de nenhum lugarno momento que me pego a pensar.Sou de muito mais d’alémDe onde os que pensam o que lhes convém. Deixem estar!Podem passar... tomem a frente!Saciem o egoísmo se acham que é importante,E que precisam disso tudo para se sentirem gente. O sol brilha sem sair do lugar!O diamante no escuro, não careceDe luz para fazê-lo brilhar.É tão valioso, que garimpeirocava o susolo todo para lhe encontrar. Não sou o sol, nem o diamante,Mas preciso, e preciso sim, seguir adiante,com inteligência, prudência...Descobrindo os motivos de DeusPara minha existência. Sem ultrapassar os limites, chegarei.Alcançarei o topo do meu lugar,sem ser impulsionada pelo ego,contudo serntir-me-ei parte útilde um todo no universo. Não tenho pressa de chegar, sempre chego! Há planos de Deus em minha vida, ninguém poderá impedir e nem eu ultrapassá-los.. 

Autora: Ilza Saldanha 

10/06/2009

Tempo de carregamento:0,03