Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha







Luc Ramos






VOE CADA VEZ MAIS ALTO (Luc Ramos)

VOE CADA VEZ MAIS ALTO

    (LC Ramos)

 

Eu estava sentado no parapeito de um pequeno muro que separava a via carroçável da praia em uma cidade litorânea do Litoral Sul de São Paulo, quando um senhor de certa idade, que tinha acabado de dar um mergulho nas águas mornas e plácidas daquela manhã ensolarada veio sentar-se ao meu lado.

-Bom dia, meu jovem. (cumprimentou e sentou-se ao meu lado)

-Bom dia. (eu respondi)

-Você me permite, contar uma pequena história?

-Ora, por que não?

-Esta bem, então ouça:

Um jovem piloto experimentava um mono motor muito frágil, uma daquelas sucatas usadas no tempo da Segunda Guerra, mas que ainda tinha condições de voar...

Ao levantar VÕO ouviu um ruído vindo debaixo de seu assento.

Era um rato que roia uma das mangueiras que dava sustentação para o avião permanecer nas alturas.

Preocupado pensou em retornar ao aeroporto para se livrar de seu incômodo e perigoso passageiro, mas lembrou-se de que devido à altura o rato logo morreria sufocado.

Então voou cada vez mais e mais alto e notou que acabaram os ruídos que estavam

colocando em risco sua viagem conseguindo assim fazer uma arrojada aventura ao redor do mundo que era seu grande sonho...

MORAL DA HISTÓRIA

Se alguém lhe ameaçar, VOE CADA VEZ MAIS ALTO...

Se alguém lhe criticar, VOE CADA VEZ MAIS ALTO...

Se alguém tentar lhe destruir por inveja e fofocas, VOE CADA VEZ MAIS ALTO...

E por fim, se alguém lhe cometer alguma injustiça, VOE CADA VEZ MAIS ALTO...

Sabe por quê?

Os ameaçadores, críticos, invejosos e injustos são iguais aos "ratos", não resistem às grandes alturas.

Enquanto eles reclamam, você cresce!

E descendo da mureta, onde estávamos sentados, falou para mim se despedindo:

-Você ainda é muito jovem, pense nisso e desejo a você um Ótimo Vôo, ao longo da sua vida.

                                    FIM

      

Tempo de carregamento:0,04