Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha







JESSÉ BARBOSA DE OLIVEIRA






QUERERES POÉTICOS

                   

   

Seduzir o ar com fonemas.

Parir Rosas, Palmas, Pérolas Negras,

Acácias, Esmeraldas, Alfazemas, Açucenas!

  

Morar eternamente

Na vivenda

Do mais acuidoso Poema!

  

Inalar o pólen da ausência.

Sentir a ressaca martelar

Pregos de langor e dolência no âmago da cabeça!

  

Ver o ódio gangrenar:

Confiná-lo,

Para sempre,

No necrotério das maléficas lendas!

  

Contemplar os oceanos de todas as Américas

E só poder derramar corpulentas lágrimas

Apenas!

  

Ser poeta,

Ser a água fresca da consciência!

Buscar na vida ---

Que continuamente rebenta ---

A face serena da majestosa

Maternal Natureza!

  

Ovacionar diariamente a quem ama.

Tocar obcecadamente Legião Urbana.

Hastear bandeiras do altruísmo e da libertária chama

Contra a peçonha da ganância, da tirania, da intolerância!

  

JESSÉ BARBOSA DE OLIVEIRA

   

http://bocamenordapoesia.webnode.com.pt/

http://twitter.com/jessebarbosa27

Tempo de carregamento:0,03