Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha







Figueira Valter






Soneto da Esperança II

Quero viver sobre a luz da esperança,
que dá vida e sentido ao dia,
quero conhecer o pódio da vitória
que dá alegria aos vencedores.

Faz tempo que não ouço
a música silenciosa da madrugada,
Faz tempo que não escrevo
no pergaminho da saudade,

Quero vagar por caminhos tantos
quebrar recordes, vencer obstáculos,
fazer do agora um aliado,

quero descobir o amor no ódio,
quebrar preconceitos, amar a liberdade,
fazer do eu, um viver infinito.

Valter Figueira, do livro "Doces encantos" EGM 2003

www.valterfigueira.blogspot.com


Tempo de carregamento:0,03