Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha







Jandira Zanchi






CLAUDICANTE

Alvéolos de partículas semicerradas

alheias e frias, pingando sua calda

quente e quimérica

Ruiva e Romã

enlevos de ouro e prata

azul lançado para água

e estirado no mar

ainda me fazem sonhar......

Claudicante, a neblina da noite, faiscante

de pudor e amassada de desejo, não extraí

em seus ruídos nenhum símbolo sedimentado

nenhuma curva consciência de onipresenças

antes, enrola-se a meus pés, arfante,

vinil de neve agridoce e quase rude em

seu percurso de longa latitude de extorsão

enviesada e serena nos compartimentos

ora fluídos, outros, efervescentes de gases

e experimentos dessas terras extensas.

 

BALÃO DE ENSAIO
Curitiba: Protexto, 2007
ISBN  978-85-89026-8


Tempo de carregamento:0,04