Luc Ramos






CURITIBA, MEU AMOR ( Poema de um texto de Airo Zamoner)

                         Curitiba, meu amor....

                           (Luc Ramos)
      

      Sabe minha querida, talvez nesta cidade
       eu não devesse ter corrido tanto,
       na mesma velocidade,
       que me molhou a face e causou-me o pranto.
       Talvez tivesse sido melhor ter tido mais cautela,
       ao respirar o ar, com o cheiro suave das flores da primavera.
       E a cada cor, a cada aquarela, tentar esquecer os olhos dela...  
       E prever logo no primeiro beijo, que a minha vida não seria com ela...
       Talvez porque eu ainda era um menino que muito sonhava,
       não observava os Ipês floridos por onde eu passava,
       olhava e  via a cidade transformada.       por pessoas que também,       infelizmente, me desapontavam,
       porque não eram do bem, e não a amavam como eu.
      Deixei de ficar extasiado, distraído sob o sol.

      e com o olhar distante fitando o arrebol,
      deixei de sonhar com idas e vindas,
      desta minha linda cidade, chamada Curitiba!     
                            

                           ========

  

CopyRight © Cepedê Sistemas & WebSites - Comércio eletrônico.