Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha







beneditocglima






ESTOU À SUA ESPERA

Aqui sentado na calçada
da Rua da Solidão
Deixo o meu pensamento vagar
Entre as linhas do meu sofrer
Enquanto a Lua Minguante
Desconfiada nem aparece
Nas fímbrias de minha prece
E assim desolado,
Um pobre Poeta
Caminha na réstia da fumaça que passa
Por sua imaginação.
Mesmo assim aindaa estou à sua espera,
Pois sei que voltará.
Então nesse dia,serei o cara mais feliz
Os pássoros vão cantar sua melodia
Enquanto a  Poesia se transcreve nas nuvens.

Tempo de carregamento:0,03