Alexandre Carrara






Absmo razo

A complexidade de uma vida simples,
As diferenças igualitária das raças,
O abismo raso que é a religião.
A noite claro o dia escuro.
Uma flor sem cheiro. 
Um Sorriso sem dentes.
Indecentes bem vestidos, 
investidos.
Mundo digital sem teclas,
Em um colorido preto e branco.
Luzes, luzes que ofuscam os caminhos,
Caminho dos peregrinos sem pés, 
sem pás.
Guerra da paz, guerra santa.
Santa hipocrisia e tanta arrogância.
Ignorância.
Canto mudo, Olho Ceco...
canta, canta, canta.

CopyRight © Cepedê Sistemas & WebSites - Comércio eletrônico.