Alexandre Carrara






Corda bamba

Ando na corda bamba do amor,
vôo no trapézio do desejo,
plano no céu sem asas
me equilíbrio como uma flor.
Piso em pétalas, pego patas,
peço penico.
Como um sertão sem poço
uma cidade sem peço,
perco prumo mas acho teu rumo,
marco teu passo,
sigo teu ritmo,
perco meu traço no descompasso do seu coração.

CopyRight © Cepedê Sistemas & WebSites - Comércio eletrônico.