Regina Celia da Silva Duarte






Saudade

Saudade, às vezes ela vem e vai.
É melhor quando vai,
Mas às vezes ela chega pra ficar.
E aí sentimos saudades                    
De ter saudade de ela voltar,
Porque antes de voltar ela vai,
Deixando no seu lugar
Quem a fez partir.
Mas às vezes, ela não vai,
Decide ficar por tempo indefinido,
Morando no mesmo lugar.
Hoje seria dia de festa
Mas é dia de saudade.
(meu pai completaria 90 anos)

CopyRight © Cepedê Sistemas & WebSites - Comércio eletrônico.