Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha







Jennifer Melânia de Abreu Fernandes






A libertação de Rapunzel

A libertação de Rapunzel
 
Na torre crescia os cabelos da moça
Crescia também sua angústia e medo
Via monstros a persegui-la em pesadelos
A fresta da janela trazia claridade
Seus olhos piscavam de terror
Tinha pavor em suas entranhas!
Ali no seu mundo pequeno
Não entendia tantos sentimentos
Torcia os dedos e roia as unhas
Falhou o instinto da curiosidade
A moça não pretendia fugir
Desejou trancar-se cada vez mais
Não sorria, não falava; só chorava
A bruxa: espantou aos berros
Ensandecida a mente, perturbou-se
Definhou tanto até que a morte
Sorrindo a levou...
Os cabelos lhe serviram de mortalha
Corpo esquelético e pequeno
Rapunzel se libertou!
 

Tempo de carregamento:0,01