Geovani Silva






IMPORTAR-SE COM O PRÓXIMO

A vida é corrida. É terrível essa agitação. Ainda mais quando se é para engolir o outro. Essa competição que faz pisar, machuca a semente. Estas plantinhas não crescem mais. Ficam embotadas. Algumas irão caminhar tímidas, envergonhadas e aprisionadas. E o que se ganha? Com o que se ganha ainda se construirá positivamente? Hoje há uma verdadeira atropofagia. Em lugares que a comunicação e o trabalho em equipe praticamente são inexistentes. Devora-se o outro e depois palita-se os dentes com a sua dignidade. Seja em qualquer campo, em qualquer atividade, devemos nos importar com o nosso semelhante. Em que somos melhores que o outro? Somos produtos do barro. Somos apenas como uma nuvem de gafanhotos de passagem. Nem sequer podemos saber se amanhã estaremos vivos para comemorar a vitória que tivemos sobre o mais fraco... Então, o que é mais importante?

CopyRight © Cepedê Sistemas & WebSites - Comércio eletrônico.