Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha







Elisabeth Silva de Almeida Amorim






OUSADIA

No divã fico a te esperar
Sem hora...Cem horas, Senhora?!
Não precisa me acordar
Estou ciente do que ocorreu...
Que ousadia!
Tocou o meu coração,
E desapareceu.

Cem horas... Passam lentamente
Sem hora para chegar
Esvaziou todas as gavetas
Sem deixar nada no lugar...
Que ousadia!
Bagunçou a minha vida
E não retorna para organizar.

Senhora? Senhora?
Ainda estás a lamentar?!
Saias logo desse divã!
O mundo continua a girar...
Que ousadia!
Se não aceitaste o meu adeus
Por que não pediste para ficar?!!!

Que ousadia!


 


Tempo de carregamento:0,04