Uelinton da rocha pereira






Quem acreditam em mim

  Ninguém acredita em mim
Muitos olhos  dizem quem é este que tenta ser como mais que a mim
 Aparento-me como um bobo
Numa sociedade em que ninguém nós adobo
Sou como um talento em que ainda não foi descoberto
Muitos pensam o que será de mim
Que meu esforço será invão
 Que minhas lutas cairã
Que meus sonhos não se realizarão
                     A dor maior é que nem os  próprios sangues
                     Não creem que mudarei de sangue
                                                                                                                                       Ouço tantos não, que são tão alto como um caixa de som.
                                                                                                                               Muitas das vezes me pergunto o que será de mim ?
                                                                                                                         Mas minha vida está nas mãos Daquele que sem comparação
                                                                                                                         Acredita em mim, e sempre e me diz Filho não temas,
                                                                                                           Espera pois farei o Melhor por ti.   
 

CopyRight © Cepedê Sistemas & WebSites - Comércio eletrônico.