Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha







Carolina Ladeia Marini






O estranho

 
De tão acostumada que estava a viajar sozinha, não entendeu por que não se afastou quando aquele estranho apareceu e sem dizer uma palavra, pegou suas mãos e se pôs a andar ao seu lado.
Antes de conseguir entender o que acontecia, ela se viu abandonando toda a bagagem que carregara até então e, pela primeira vez em muito tempo, sentiu leveza nos próprios passos.
E por estar tão leve, embalada pela recém adquirida sensação de bem-estar, não reparou que o outro trazia consigo uma enorme mochila, carregada com lembranças de viagens passadas, que o fazia parar a todo instante pra recuperar o fôlego.
Pensou em perguntar se ele não gostaria de deixar tudo aquilo para trás - assim como ela fizera - mas o medo da resposta fez com que, de súbito, soltasse sua mão.
E ele em silêncio consentiu com o olhar, admitindo que aquele peso não o deixaria acompanhá-la e melhor seria, então, cada um seguir sua própria viagem.

Tempo de carregamento:0,04