Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha







EDIJANE ARANTES






ANTONIO CONSELHEIRO E O LAMPIÃO

ANTONIO CONSELHEIRO E O LAMPIÃO
 
José Augusto e Rafael Menezes
 
Antônio Conselheiro
Diferente do Cangaceiro
Extremamente brasileiro
Fazendo pregação no sertão inteiro
 
Antônio foi um homem de bom coração
Trouxe evangelização
Para o nordestino do sertão
Inteligente quando menino.
Decidiu traçar seu caminho
Por esse mundo daninho
 
Para os podres dos nordeste
Deixou sua fama com dignidade
De um grande evangélico
Sempre contra a crueldade.
 
Por esse lado do sertão
também havia criminoso
dou um exemplo horroroso
O lampião!
 
Os crimes terminaram-se
O criminoso era eu
Os santinhos me mataram
Um lampião de apagou
mas minha mulher ficou.
 
Para dominar os lugares
matar as famílias e destruir lares
levando tudo de valor,
Sem um pingo de amor.
 
Por onde a gente passava
Uma estória de vida alguém contava.

Tempo de carregamento:0,04