Luiz Antonio Polli






Infância, saudades e lembranças

Infância, saudade, o tempo passa, nos restam as lembranças em nosso coração... Hoje quando fui jantar com meus pais, lembrei de quando eu era criança, meu pai sempre me pegava no colo e me enrolava em sua blusa. Bateu uma grande saudade em meu coração. O tempo foi passando, eu fui crescendo e rapidamente o tempo passou e fui me distanciando do meu pai, me distanciando de seu colo, do seu abraço. Nesse momento acabei percebendo que o tempo é cruel, passa rápido, não volta mais e nos restam somente as lembranças, lembranças que nos fazem escorrer lágrimas. Lágrimas de um sentimento verdadeiro. Lembranças que só ficam em nós e só nós podemos falar, expressar e escrever. Cada um tem a sua história. Essa é uma pequena lembrança da minha infância, lembrança que pude expressar em poucas palavras, mas o sentimento que carrego em meu coração é muito maior do que escrevi.


CopyRight © Cepedê Sistemas & WebSites - Comércio eletrônico.