maria vilma f lima






Amor perdido jamais esquecido:

 Rios de lagrimas já chorei  por este amor.
Andei em caminhos escuros e tristes  distantes.
Finge ter te esquecido  apenas para continuar vivendo.
Amei  e achei  que estava sendo amada.
Eternizei em meu coração em meus sonhos  este amor.
Lagrimas de pedras em minha face rolou machucou chorei.
Meus  sonhos foram desfeitos  desiludidos  esquecidos  talvez.
Encantos desfeitos  á já nem sei.
Nunca amei alguém assim e nem  sei  fingir.
Dói  dói demais  a saudade  que sinto de você.
Os  olhos estão vazio sem briol .
Nunca  te  esquecerei  nem  será .
Como eu sonhei  mesmo que a noite deixe de existir.
Amarei-te  como nunca amei minguem  amor igual não há.
Borbulhas de amor que voam no ar em busca do seu olhar.
Olhos marejados cansados procuram-te .mais
Nada encontram acho que não mais o verei
Ainda que a noite deixe de existir nem assim deixarei de te amar.
Vou te procurar no brilho das estrelas  no calor do sol vou te encontrar.
Olhos cansados de tanto chorar  sem lagrimas para reclamar.
Gritarei para o mundo inteiro  te amo te amo e para sempre vou te amar.
Longe  sentira  saudade  sairás a procura  do  seu grande  e verdadeiro  amor.
Indo e vindo  como o vento que sopra tentando encontra  o seu
Amor perdido  e por ti jamais esquecido.    Vilma f. lima

CopyRight © Cepedê Sistemas & WebSites - Comércio eletrônico.