Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha







Jose Verissimo






O PLANTADOR DE FLORES

Por estas flores,
Passou a hábil abelha,
Passou o leve beija-flor,
Passaram as mãos de Deus,
Sem necessidade de definição,
E, por último,
Passaram as minhas mãos,
Pra levá-las direto pro seu coração.
 
Ser sempre a força dos braços procurando um corpo!
Sempre plantei flores nos jardins por onde passei.
Mesmo não sendo vendedor de flores, plantava
Flores não se vendem!
Sou carpinteiro de flores.
 
Você é flor de um jardim somente meu,
Gota de chuva forte que não quer parar,
Espécie única de perfume que encanta a dor,
Mulher de palavra leve, suave, que desperta a dor.
Nem o tempo irá fazer você longe de mim.
 
Vou procurar sempre por você,
Somente sou o néctar das flores.
Venha brotar dentro de mim.
 
Que hoje,
Longe da abelha,
Que hoje,
Nas mãos de Deus,
Na paz de um beijo,
No calor dos corpos,
Vou sempre amar você.

Tempo de carregamento:0,06