Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha







Valdeci Santos






MINHAS FILHAS

                                   MINHAS FILHAS
 
No meu coração a saudade se faz morar e ainda baixinho murmura seus nomes, ainda me sinto na face o tocar do beijo do abandono.
Todos os meus dias começam e terminam com vocês, ainda tomamos o café pela manhã e jantamos juntos todas as noites.
Dos meus sonhos, acordo assustado ouvindo o bater na porta chamando “pai" e me apresso pensando ainda me ser vocês, se faz ainda a madrugada e o sono se vai juntamente com as ilusões de que vocês não me vão voltar mais... Os meus dias seguem assim, no vazio, onde o meu coração insiste em não aceitar de que na verdade vocês já nem me existem mais.
Conforta-me apenas a doce lembrança da infância, do seu sorriso lindo numa foto brincando dentro de um balde e os sorrisos da Érica ao acordar correndo de braços abertos em minha direção para um abraço, tais lembranças me refletem vultos na parede e não me deixam dormir.
 Tentando disfarçar, me levanto devagar, mas o meu amigo de quarto preocupado levanta- se num sobre salto e pergunta se sinto alguma coisa, se estou bem, ele me quer medicar, já se acostumou com isso... Para não incomoda- lo, digo apenas que vou ao banheiro, ligo a televisão, mas no filme que passa vocês também me estão lá.
Tudo o que aconteceu me tirou o chão, o céu, o ar, enfim, me tirou tudo, creio que até a vida.
Devo-me ainda ser agradecido pelos momentos mágicos que Deus nos concedeu viver juntos, lembro- me de que nas madrugadas, quando a escuridão da noite não te deixava dormir e então, essa lembrança me traz refletida pela luz acesa do corredor a sua sombra pequenina abraçada ao seu travesseirinho com a carinha de assustada adentrando no meu quarto, onde eu me encolhia num cantinho da cama para que você se acomodasse ao meu lado, eu espantava seus medos e acalentava o seu sono, por vezes eu tentei impedir que lhes caíssem às lágrimas, porém, algumas eu creio que não consegui e hoje me dói muito saber de que se sente feliz quando as minhas caem, me é triste imaginar que te satisfaz, aliás, que é do seu prazer saber quando eu sofro e que eu choro. Mesmo assim eu agradeço a Deus todos os dias todas as noites, pois que os melhores momentos da minha vida ele me concedeu viver com vocês, as vi aprender andar, falar, enfim vocês me vão sempre estar presentes na minha vida, pois que o tempo não tem como apagar nossa história de amor, amor verdadeiro, o meu amor de pai.
                                                                                  
                                                                          Valdeci Santos

Tempo de carregamento:0,04