Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha







Amarilia Teixeira Couto






Covardia

Covardia 
Quando se é covarde no amor?
Ah, tem muitas formas de covardia
Uma delas principia
Pela falta de verdade
Quando alguém se aproxima
Sem fazer alarde
E se instala num coração qualquer
 
 
E mansamente
Vai  se tornando posseiro
Do coração
Da alma
Do corpo inteiro
 
Todo o idílio tem
Para o amor covarde
Prazo de validade bem definido
Mas só quem age sub-repticiamente
Sabe de quando irá embora
 
 
O falso amor brilha
E rebrilha como jóia rara
Encanta
Põe banca
Mas nunca mostra sua cara
Como verdadeiramente é
 
O desejo
O tesão
A lascívia
E um carinho sem
Fim
São marcas
Deixadas por um amor assim
 
 
E quem não quer
Então um amor covarde?
é que a dor que se sente
Com alguém que se vai
Fora de hora
Que não conhece a compaixão
E nem quer saber de sua história
E demasiada
Quase insuportável
 
A gente se entrega
De tal forma
Se revela em sua
Verdade absoluta
E
De repente
O que parecia para sempre
Se vai
 
Olhos nos olhos pra dizer o motivo?
Choro sentido pra justificar o fim?
Mãos trêmulas denunciando o adeus?
 
Nada...
Nada...
Nada...
 
 
Apenas algumas palavras frias
Apressadas
Tão diferentes de outras
Ditas lá atrás quando o desejo
Estava nas entrelinhas
 
O falso amor se veste de cordeiro
Mas é lobo devorador
Quando faminto
Te devora inteira
E te ganha como sedutor
Apresenta mil facetas
Te revira pelo avesso
Te fazendo levitar
 
 
Mas o que é falso
Perde o encanto
Mesmo se
Pra teu grande espanto
Ele ainda te seduzir
 
 
É que o falso amor
Morre de despeito
Daquele que é real
Ele se vai
Em busca de outras presas
Mas terá a certeza
Que a mulher que foi sua
O tempo todo
Que não fez uso de nenhum engodo
Será sempre mais feliz
 
Amor de verdade
Vive da luz
E não das trevas
Conjuga o desejo
Com a ternura
Semeia carícias
E colhe  a entrega
Espontânea
Que sobrevive à espera
Sem desespero
 
 
O falso amor anda por aí
À espreita de muita gente
Que anda tão carente
Que não mais o distingue
Do original
 
Quem pode dizer
Que já mão teve na vida
Um amor pirata?
 

Tempo de carregamento:0,04