Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha







Juliana Silveira






ADOECER NÃO É CASTIGO

Não te enquietes.
Adoecer não é desgraça do destino,
não é brincadeira de um Deus sádico,
nem castigo da vida.
Adoecer é parte do crescimento.

Não te apiedes de ti mesmo.
Adoecer não é calvário, embora às vezes possa parecer.
Por vias misteriosas, sem que percebas,
muitas vezes pode significar libertação.

Não te assustes.
Dor que é dor, assim como a alegria, passa.
É coisa que se expressa, atrai a atenção
e, com o tempo, se esvai.
Dor interna é chaga que se espalha e se cura no tempo, com a medicina do afeto e da fé.

Não te acovardes.
Sofrimento não é pena;
é ponte para outra parte tua que, sem ele, seria muito difícil acessar. 


Não te revoltes com os anjos ou os deuses:
a doença, ao contrário do que te ensinaram, não é punição.
Adoecer é um modo de o organismo expressar-se.
Esmorecer, assim como lutar, é parte do caminho.

Porém, não te acomodes

nem na doença, nem na dor:
sobrevive, absoluto, através delas
Como animal ferido que, embriagado de vida, ainda insiste em prosseguir, até o último suspiro. (Juliana Davi)

Tempo de carregamento:0,03