Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha







Luiz C. Lessa Alves






PAREDES

PAREDES
 
Sempre que eu chego em casa,
Ainda que estressado,
Submissas e amorosas,
Elas me tomam em seus braços!
 
E eu, no aconchego do meu sofá
Ou no deleite da minha cama,
Feliz, contemplo-as;
Agradecendo a Deus
Por tê-las sempre do lado.
 
Elas me dizem, todos os dias,
Que minha solidão não é assim tão má!
Me convencem, mostrando-me muitos por aí,
Vivendo sozinhos, sem ninguém,
E sem, ao menos, quatro delas
Para nas noites frias os abraçar!

Tempo de carregamento:0,03