Percio Macario de Pontes






Vingar-se

Vingar castigar alguém que tenha lhe ofendido, esse é o sentimento que nos consome muitas vezes logo que somos ofendidos prejudicados por algum ato de alguma pessoa. Os modos são diversos tanto de ofensas recebidas como a vingança em Si.

Às vezes é algo que fica longe do nosso controle, algo que se mistura com um ódio que nos consome, ainda mais quando somos feridos de forma muito dolorosa. Transformando-nos no ser humano vingativo cheio de ódio pronto para distribuir maldades.

 

Assim que praticamos tal ato até nos sentimos aliviados, porém no mesmo instante bate o remorso seguido da nossa própria acusação: Porque você fez isso? Tem pessoas que nem sente o remorso e acusação própria, pelo contrário querem é mais.

 

Com o passar do tempo você vai se sentido ainda mais acusado, acuado pela sua própria mente que te acusa. Por algo que não é normal de você, porém é normal para aqueles que são feridos de modo brusco, aonde se torna por um momento um verdadeiro selvagem.

 

O tempo passa e as coisas vão ficando piores dentro de você, a lembrança de ter sido traído ou ofendido te deixa cheio de ódio e ressentimento com vontade de continuar a vingar-se, porém logo você mesmo se sente um lixo por ter praticado tal atitude tão indecente e dolorosa.

 

O texto trata-se de uma pessoa arrependida e que não perdoou, porém tem pessoas piores que um ato de vingança é pouco, dentro dela o desejo é de destruir ou até mesmo matar aquele que a ofendeu ou traiu.

CopyRight © Cepedê Sistemas & WebSites - Comércio eletrônico.