Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha







Amarilia Teixeira Couto






Êxtase



E você me veio de madrugada
Assim tão felinamente
O silêncio nem chegara a ser perturbado
Tal a leveza de seus passos
me veio com o sorriso mais bonito
E no seu olhar estava escrito
Todo o desejo acumulado
Por tantos dias


Nem toque de campainha houve
Eu te pressenti
e lhe abri a porta
e nossas emoções se encontraram


Quem disse que o amor tem hora marcada?
Segue o tempo convencional?
Ah, a gente se perdeu
num abraço macio e envolvente
Nossas bocas se uniram loucamente
E as palavras sussurradas
Foram devoradas pela fome
Que tínhamos um do outro
Que nome se dá a isso?
Como explicar o impalpável
O virtual que se materializa?


Êxtase!
Simbiose completa
entre um homem e uma mulher
quando o que se quer
não passa pela posse
nem pelo desespero
é entrega gratuita
é a dança sensual
que tira a respiração
que dá quentura ao corpo
que faz o suor brotar
aos borbotões


A madrugada te trouxe a mim
E na minha colcha de carmim
Te recebi com volúpia
E essa paixão repentina
Também foi forjada
Em outra esfera
Na dimensão
Dos amantes que não se rendem
Que não abrem mão da magia
Nem da poesia

Pra viver
O amor em toda
A sua plenitude

Puro êxtase!



Tempo de carregamento:0,04