Luiz C. Lessa Alves






SEM TINO

SEM TINO
 
Venta! Vento ventano, ventrudo;
Chove! Chuva chava, chata;
Vê se balança e derruba!
Vê se amolece e espalha!
 
Mexa-se! Maré mansa, manca;
Anda! Onda ondina, ondulada;
Venham de pressa apagar o poema
Que para ela escrevi na praia!
 
Assola! Sol solerte, sombrio;
Luzia! Lua lucina, lesada
Para que eu possa ver o mundo
E seguir a minha estrada.
 
Vento venteno!
Chuva chava!
Maré manca!  
Onda ondulada!
Sol solerte!
Lua lesada!...
Estou perdido, por favor!
Levem-me para casa.

CopyRight © Cepedê Sistemas & WebSites - Comércio eletrônico.