Luiz C. Lessa Alves






ÂMBITO E RECINTO

ÂMBITO E RECINTO
 
Não posso ficar neste âmbito.
Deixe-me sair, por favor!
Eu quero ver o Sol,
Tocar a brisa,
Sentir o calor!
Aqui só há sombra.
Lá fora reluz!
Cá, não há nada.
Acolá, há muito!
Eu quero sair daqui;
Ouvir pássaros cantando;
A fauna nos campos;
Flores se abrindo;
Adultos confabulando;
Crianças correndo,
Pulando e brincando!...
Quero ver todos
Felizes, cantando!
Aqui tudo é falso.
Lá, são todos leais!
Aqui é a cidade;
Clausura dos homens.
Lá, o campo;
Recinto de paz.
 

CopyRight © Cepedê Sistemas & WebSites - Comércio eletrônico.