Luiz C. Lessa Alves






A FLOR E O FRUTO

A FLOR E O FRUTO
 
Como eu gostava de você!
Aquela coisinha miúda,
Pés descalços, seminua...
Dava gosto de se ver!
Brincando pelas calçadas,
Cara suja, despenteada...
Sem a menor vaidade!
Nas ruas sem calçamento,
Livre e solta como o vento;
Um pássaro em liberdade!
 
Tão linda e tão singela,
Como da rosa a pétala
Que um dia deixa a flor;
Caíste no mundo cão,
Fez-se fruto da ambição,
O trago do dissabor!
 
Tu eras tão linda! 
Quando descalça e maltrapilha!...
Hoje, a rigor, bem vestida...
És insolente, antipática e feia!
Meu Deus, quanta diferença há 
Entre aquela menininha
E moça que se fez você!
 

CopyRight © Cepedê Sistemas & WebSites - Comércio eletrônico.