Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha







Mauro Evaristo






Comum.

A sua vontade inconsciente
De não querer ser/parecer comum
Não o faz diferente,
Apenas o torna mais um!

Essa vontade incontida
De querer ser sempre o melhor
Mostra o desequilíbrio de sua vida
E o por que está sempre só!

Esta vontade dissimulada
De querer sempre se dar bem
Mostra por que em sua estrada
Não encontra ninguém!

Essa vontade violenta
De querer ser a nata da nata
Com a sua vida arrebenta,
Tão frio feito corte de faca!

Essa vontade de passar
Por cima de tudo e de todos
Você nem consegue notar,
Mas o está deixando louco!

Essa vontade de não ser mais um
O faz agir tão inconscientemente
E torna-o tão ou mais comum
Que você até se acha na realidade diferente!


Tempo de carregamento:0,05