JANIO FELIX FILHO






FLORES DE UM JARDIM


 Dedicação Especial
Aos amores vividos       
 
 
Eu beijei cada flor
Desse jardim
Que guarda a inocência
De cada amor
Despindo e vivido
Sobre mim

Eu ainda
Sinto o perfume
De cada uma delas
Entrando pela janela
No meu distinto
Café da manhã solitário
 
E meus olhos
Refaz cada cena
Na beleza da açucena
Que me adormece na lembrança
Do calor da pele morena  
 
Me envolvendo e me aquecendo    
Nos dias frios de inverno
Que nós esperávamos a primavera
Simplesmente abraçados na varanda
Espreitando a neve cair
Bem devagar entre as caricias
De nossas mãos nos aquecendo
Calmamente    
 
Eu ainda sinto
O sabor do pecado
O cheiro do café torrado
E nossos corpos colados
Incendiados de desejos
No abrasado da lareira
Envolvidos a cada toque...
A cada beijo gelado degustado
Em cada gole quente
Do café passado 

CopyRight © Cepedê Sistemas & WebSites - Comércio eletrônico.