Amauri Carius Ferreira (Augusto de Sênior)






POESIAS

Amor
Diversos caminhos para o Amor...
O Amor pode ser...
Saboroso de tempero gostoso;
Fraternal, de irmão para irmão;
Filial, do filho aos pais;
Sexual - homem e mulher;
Erótico - amado e amante;
Platônico, sem desejo carnal;
Paixão - dinâmico;
Admiração, renovação, coração...

No Amor pode haver...
Sintonia, alegria, companhia, todos os dias...
Sedução, tensão, explosão...
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Eu te amo
Eu te amo desde a criação do Universo,
desde o início dos tempos,
desde o começo da História,
desde que o Homem pisou sobre a Terra, eu te amo...
Eu te amo para toda eternidade,
em cada milésimo de um segundo, eu te amo...
Eu te amo como Jesus amou a seu próximo,
mais do que Peri "amou" Ceci,
O meu amor é maior do que Romeu e Julieta...
Eu te amo com todas as pulsações do meu coração...
Eu te amo com toda a energia do meu ser...
Mesmo diante da multidão dos meus pensamentos,
EU TE AMO...
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
ESTRANHO AMOR
É diferente o meu Amor...
Somos nós dois assim:
Eu amo.
Ela está sempre dividida...
Amo à Semana Santa.
Ela é feita de carnavais...
Sou amante da rotina caseira.
Ele amanhece da vida noturna...
Ela razão, Eu ilusão..., desilusão e fantasias.
Somos água e óleo.
Combinamos nas saudades...
Na saúde afinidades...


Estranha química em que se atraem os opostos!...



 
 
 
 
 
 
 
 
 
INFINITO
Infinito Amor é...
Acelerar de corações,
ofegar ao respirar,
sentir correr um frêmito por todo SER,
Eriçar todos os pêlos após um toque que torne mais intenso o desejo...

Amor infinito acontece...
Quando são de sonhos todos os minutos...
E de segundo a segundo surge uma saudade profunda de VER NOVAMENTE.
Amor infinito eterno querer...
 
 
 
 
 
SONHO DE AMOR
Sonhei em sonho de amor que estava
em terra de paz e felicidade.
Cicerone: fantástica loura.
Musa: grandes, lindos olhos azuis.

Um corpo magro, modelado, esguio...
Adorei esta loura e, encantado,
quis com as forças do meu coração
namorar esta maviosa mulher.

Infelizmente, intrépido não sou,
não tenho Símbolo de Nobreza,
humilde discípulo em Letras sou.

Mesmo assim, Ela deu-me o "telefone",
liguei..., obstou a família e NÃO!!!
Adorável sonho... Sex Rapunzel!!!
 
 
 
 
O que é o amor?
 
 
Uma sensação?...
Um ato de sedução?...
Um gosto de tempero.
Um ato de carinho por alguém, maior do que um ato de carinho por você mesmo...
O “doce veneno” que flui das setas do Cupido...
 
GREGORIANAMENTEe repetitivo:
- um embaraço de pernas;
- um rebuliço de ancas.
 
Uma flor que se despedaça ao vento do Norte...
Uma rosa desprovida de espinhos...
Um jovem “correndo em círculos”...
Um louco “curado” que deixa o hospício...
 
 
Uma interrogação e milhares de respostas...
A realização plena de homem e mulher...
O olhar eterno de Deus sobre a história dos Homens...
O amor é aquele momento em que você não consegue pensar em outra pessoa, somente no ente amado...
No amor você deixa de ser você e passa a ser a outra pessoa...
 
O amor é o sentimento (dizem os poetas!) que ocupa, simultaneamente, um espaço entre o cérebro e o coração.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Onde estão os limites do amor?
 
 
Ela está cheirosa...
Camiseta cor-de-rosa...
Ele aguarda enamorado o momento apaixonado...
 
Ela olha para cima, Ele olha para baixo...
Ele olha para cima, Ela olha para baixo...
Olhares que se encontram.
 
Dois amantes que explodem em paixão num minuto de tensão...
 
Suados...
    Molhados...
   Cansados...
   Estafados...
   Inebriados...
   Fascinados...
 
Onde estão os limites do amor?
 
 
 
 
 
 
 
CINCO ESTRELAS
Eu tenho lá no Céu bem próximo ao Cruzeiro do Sul
CINCO ESTRELAS...
Elos de uma corrente perdida...
Aos templos da primeira infância não retornarei, pois lá,
não os encontrarei.
São Eles:
Quedinho
Juquinha
Flori
Moisés e Nicolina
Edson...
Carinhos infantis
Sorrisos juvenis
Agora caminham com Deus.


Quem sabe um sabe um dia novamente os terei?...



               
                Para todos Eles (Quedinho, Juquinha, Flori, Moisés e     Nicolina, Edson...) e também para, Manuel Cardoso de          Sousa Bandeira Filho (19/04/1886 a 13/10/1968)...
 
 
AMOR MATERNO
O meu Amor por Você
tem a intensidade de um raio solar
e a beleza da noite de luar...
Todos os seus dias são meus,
todo meu afeto é seu...
Em todas as horas eu penso em Ti...
Em linhas de claro papel,
quero declarar-te meu Amor...

És primeira célula na composição do meu Ser...

Ainda que repetitivo,
eu não me canso de dizer:
EU TE AMO! EU TEAMO! EU TE AMO!
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
A FAMÍLIA CAJU
 
Era uma vez a FAMÍLIA CAJU
composta por Papai, Sofia e Ju.
Sofia (CAJU): faz balé e natação,
livros, textos, cinema e televisão.

Por que CAJU? Chamam-na de Juju,
todos dizem - vem cá Ju - (CAJU) ficou.
A familia (CAJU) vive a viajar,
rota: Rio-Petrópolis e mar.

Papai (CAJU) come: jiló com chuchu.
Juju (CAJU) gosta de aipo e angu.
CAJU tem os cabelos cacheados

corre para não serem penteados.
Cresce a família comendo caju.
Aos domingos: churrasco e peixe cru.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Anjo meu
"Lá em casa tem um anjo,
não desses de procissão,
nem tão pouco de fachada de igreja.
Não é triste como uns,
é alegre, sorridente e saltitante.
É feliz.
Não é anjo barroco,
também não é querubim,
nem desses da Renascença.
Não é o 'anjo-torto' do Poeta-maior.
Não é decaído,
nem é um Cupido disparando setas de amor,
mas é belo,
de beleza plácida, equilibrada, inebriante.
Iluminado que a todos ilumina,
cativante desde o início,
cachinhos de ouro,
olhos azuis numa pele clara.
Em pequeno, um verdadeiro 'ratinho encolhido'
chiando no colo materno da vovó.
Até que engatinhou,
logo depois andou,
hoje, exímio saltador do sofá da sala de visitas."                          Para Aldair...
SONHO DE POETA
Cantas tua musa e tuas verdades.
 Tu és alegre, tu és sensível.
 Queres para o mundo: felicidades.
 Poeta torne seu sonho possível.


Desejas para todos: liberdades.
 Tu possuis idealismo invencível.
 Sonhador... Artesão das sensibilidades...
 Poeta criatura indestrutível.


Defendas os valores cotidianos.
 Que tua vontade dure por anos.
 Canta o choro do coração fendido


vítima flechada pelo Cupido.
 Cantas para o Amor que não frutificou
 da triste alma que o destino separou.


            “Que ninguém doma um coração de poeta!"                          Augusto dos Anjos (1884 - 1914).


UIARA
Perdido nas cachoeiras,
cercado de verdes pedras,
embaixo, um lago de águas mui claras,
de repente..., estrondoso mergulho ouvi.
Chamou-me logo à atenção,
nadava igual a um peixe,
linda, enigmática, hipnótica...
Anjo misto em sereia, negros, lisos e longos cabelos.
Pele morena "queimada" de sol,
subiu para as pedras, beleza..., pura beleza...
Deusa, rainha, princesa de um reino distante...
Lábios divinos, dentes em brilhantes,
olhos vigilantes...
Um pequeno nariz tornava mais lindo o sensual semblante...
Atônito fiquei... Disseram-me que não existias!!!
Entoou seu canto mágico,
sem a cera de Ulisses, indefeso permaneci...
Deliciou-me aquela melodia...
Apaixonado, encantado, hipnotizado...
Lutei para não mergulhar entre pedras...
Minha presença Ela percebeu e olhou-me...
Estático, paralisado...
Resistente..., recobrei a razão, saltei para abraçá-la...
Evaporou-se por entre minhas mãos...


 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Procura-se o Poema
Procuro o Poema que fale de Amor...
Ao próximo
À vida
Às Estrelas
A tudo que é belo...

Que contenha a musicalidade do Universo...
Mexa as sensibilidades e seja como o arco-íris após insana tormenta...
Refrescante como a brisa no mais quente dia de verão...
Que venha trazer Esperanças e Paz aos Povos da Terra...
Que não tenha gotas de mágoa...

Seus versos devem ter a luminosidade do Astro-Rei...
Nos transportar para um mundo de totais energias...
Que findem as guerras e sejam como as primeiras flores de primavera...


 
Para Rubem Braga (12/01/1913 a 19/12/1990)...
 
 
O homem de várias faces
Amaste o Rio de Janeiro,
doaste o tempo por primeiro...
Tríade na Literatura Nacional:
Dom Casmurro
Quincas Borba
Memórias póstumas de Brás Cubas, narrador diferencial...

Poesias não são flores de Ti...
Tuas pérolas, os Contos...
Além do tempo vão as tuas Crônicas...
De todos os "gêneros" são os teus romances...
O segredo de Capitu...
Traída?...
Traidora?...
A verdade, somente quem sabe, és tu...
O homem de várias faces...
O Poeta maior Chamou-te: Bruxo do Cosme Velho.
Chamo-te Eu:
Guardião de Nossas Letras...


Para Machado de Assis (21/06/1839 a 29/09/1908)...


 
Saudades de um Brasileiro
No princípio minúsculo grão de areia,
rapidamente dourado filão.
Diamante divinamente lapidado...
Tremulaste o querido Pavilhão.

De ti temos saudades...
Não fizeste demagogias,
não cometeste hipocrisias,
eras nobre alma...

Acima de tudo: brasileiro...
Sincero
Sereno
Solidário
Simpático
Sorridente
Sem igual
Ser humano...
Certo dia numa curva do destino para o céu voou...
O pesar foi nacional, mundial...
Tornou-se uma nova Estrela.
Lembranças...
Saudades...
Terríveis saudades nós temos de ti.
         Para Ayrton Senna da Silva       (21/03/60 a 01/05/94)...


Sem palavras
No primeiro dia o TODO era silêncio e    não houve comunicação,
a mãe não chamou ao filho pela manhã,
o padeiro não anunciou o pão,
a rádio calou-se.
Pois, falar não havia como...
Os trabalhadores "aceitaram" seus magros proventos...
O mercado não reclamava preços abusivos,
feiras silenciosas em dia silencioso...
Pois, falar não havia como...

Os namorados, em silêncio total, olhavam a lua prateada...
O padre não disse a missa...
O pastor não realizou o culto...
O jesuíta não pronunciou sua oração...
Pois, falar não havia como...
Naquele dia o marasmo foi total,
algo havia de ser inventado e ninguém sabia inventar...
Pois, falar não havia como...
Esse dia foi de monotonia, pois não conheciam as palavras.
Para Raul Santos Seixas
(28/06/45 a 21/08/89)...
Palavras!
O que são?
Não há, entre Elas, hierarquia...
Podem ser...
fáceis
comuns
difíceis
poéticas
feias
bonitas...
O que sofrem?
Transformação
Arrumação
Arranjos...
O desejo final?
elaboração
criação
Imitação (no sentido aristotélico)...
Qual será o segredo delas?


 
 
 
 
 
 
 
 
Tecido
Recebi de minha AMADA
um mágico tecido que falava em Amor...
Amor em êxtase
Amor sentimental
Amor original
Amor conjugal...

Levei-o em meus pensamentos...
Li
Reli
Trêsli
Memorizei
Aprendi...

Por todo encanto
Por toda magia
Por toda beleza
Por toda euforia...

Este texto EU QUERO MEU...
 
 
 
 
 
 
Meus pensamentos em ti...
 
O que são meus pensamentos em ti?...
Uma ilha perdida?...
Atlântida?...
 
Uma árvore que tomba em dia de chuva?...
Um furo no asfalto?
A casa do sorteio!...
A cachoeira de Uiara?...
 
A espera
A faca
A face
A montanha
O mel
O namoro
 
Tudo isso!...
(Contrários?...)
Como definir meus pensamentos em Ti?...
 
 
 
 
 
 
SE...
Você existir em algum "universo paralelo"...
Mesmo que estejas dentro de um raio de Sol...
 
EU VOU TE ENCONTRAR...
 
SE...
A nossa frequência for à mesma...
SE, entre nós..., houver química...
 
EU VOU TE AMAR...
 
SE...
Dos nossos olhos,
brotar aquela vontade de "te ver de novo"...
SE não houver ações contrárias...
 
EU VOU TE PROCURAR...
Mesmo que leve uma ETERNIDADE...
 
 
Para Norma Sueli...
 
 
 
 
 
SOLIDÃO DE VOCÊ
 
 
Hoje estou só, sem você.
Ontem estava só, sem você.
Não quero a solidão de amanhã, quero você...
 
Quero encontrar você.
Quero amar com você.
 
 
Quero completar em você...
Almas e solidão são incompatíveis...
No futuro, bem próximo, Eu em Você...
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Sou eu!
Minúsculo grão de poeira na vastidão do Universo...
Pequeno ponto perdido na curtíssima história do mundo...
Sonhador de horas ociosas...
 
Sou eu!
Guerreiro (desarmado) na batalha do viver...
Quixote sem moinhos...
Criatura...
Consciência poética a vagar pelo infinito...
 
Eu sou!
Aquele que tem o cotidiano em você...
Aquele que o pensamento por você...
Aquele que tem um futuro VOCÊ...
 
 
Para Norma Sueli...
 
 
 
 
 
 
 
 
NOVA MUSA
 
Para Norma Sueli...
 
Hoje eu tenho uma NOVA MUSA.
Para Ela, "tudo são números"...
Olhos negros e diminutos,
a mulher que eu quero sempre minha...
 
Defeito único: não ser ciumenta...
Com Ela eu sou feliz.
Matematicamente:
Um círculo... Dois cumes, um par...
Um triângulo...
 
Na hora da indecisão: "bico" e palavras de calão.
No Amor, uma flor.
Eu tenho planos, Ela também...
Que mal há em juntar os dois?...
 
VOCÊ faz parte da minha VIDA.
"Em tuas mãos entrego todo o meu DESTINO".
EU TE AMO! EU TE AMO! EU TE AMO!...
 
 
VOCÊ
 
Vejo em Você:

O Amor
O Ideal
O deslize...

A luz dos meus passos,
Ato restaurador do meu cansaço,
O mais lúcido dos meus pensamentos aponta Você...

O verso parnasiano que completa de poesias a minha vida,
O soneto perfeito que não terminei...
O romance que não saltou para o papel...

O meu cotidiano conto de amor eterno vejo em Você....
 
 
 
Por Ela...
 
Bem longe vive minha ENAMORADA...
Aquela, tantas vezes, anunciada...

Em horas de cansativa jornada por vales distantes,
montanhas de frio,
desertos de solidão,
até Ela eu vou...

Por Ela,
como grande guerreiro,
desafio intempéries...
Enfrento, destruo, derroto distâncias...

Mesmo distante,
um pouco inconstante,
Ela completa meu Ser...


 
 
 
Procura
Eu tenho saudades,
e no silêncio da madrugada,
eu procuro você...

Eu clamo...
Eu grito e não encontro respostas...
Eu chamo por seu nome, eu chamo por você...

Tão longe tu estás...
Viajaste...
Sumiste...
Deixas-te saudades de ti...

Grito...
Choro...
Corro...

Tu és poeira perdida na história dos tempos...
 
 
 
Procuro-te
Alma gêmea perdida entre estrelas,
Primeiro amor em refúgios do tempo,
Saudades de tempos imemoriais...

Procuro-te mesmo que leve uma eternidade,
procuro-te mesmo que estejas dentro de um átomo...

Quero encontrar-te divina inspiração,
quero encontrar-te pessoa real, natural, social, sexual...

Penso em ti,
penso em ti por todos os dias...
Onde estás eu não sei!...
 
 
 
 
AUSÊNCIAS
Por mais que não queira lembrar-me (de você)...
Por mais que faça para não pensar (em você)...
Eu sinto sua AUSÊNCIA...

Nas manhãs de todos os dias...
À tarde, em noites de fantasia...
Eu sinto sua AUSÊNCIA...
Mesmo querendo esquecer (-te)...
Eu sinto sua AUSÊNCIA...
Ainda que (entre nós) existam inúmeras diferenças...
Embora (nós dois) caminhando em direções opostas...
Mesmo com tudo isso...
Eu sinto sua AUSÊNCIA...


 
 
 
 
És tu!
Pão de todos os dias que quero devorar: és tu!
Dicionário de dúvidas que quero elucidar: és tu!

A ilha deserta,
salvação mais certa,
do náufrago de solidão que sou: és tu!

Ao final,
por três vezes gravei um nome em meu coração...
No minuto presente: és tu!
No anterior: és tu! (Serias tu!)
No próximo: és tu!  (Serás tu!)


"É ela! É ela! - repeti tremendo."
Álvares de Azevedo (1831 - 1852).
 
 
 
 
 
 
Enamorado
Enamorado estou de Musa etérea, inalcançável...
Aguardei uma vida para conhecê-la,
o mais precioso diamante na minha história,
meu viver, meu querer, o meu cotidiano...
Em meu futuro está maravilhosamente inserida,
PARTE e TODO de mim...
Por ela, não desejo tesouros,
transponho vales, montanhas, extensas florestas,
desafio o sereno, o frio e a solidão da madrugada...
mesmo que ás vezes intransigente,
é Ela que eu quero, a Musa que amo...
Como andante cavaleiro, persigo-te...
Quero declarar-te meu amor,
Tu és meu próprio coração...
"Em tuas mãos entrego todo o meu destino...".
 
 
 
 
Pérola
Pérola...
Mergulhei no mais profundo oceano de solidão...
Profundo...
No íntimo de minha emoção,
uma pérola encontrei...
Pequena...
Inestimável o seu valor...
Por Cupido atingido, revelei meu Amor...
Do seu encanto ferido...
Eu não escapei...
Em questão de segundos...
Enamorei...

Como foi doce minha ilusão...
 
 
 
 
 
 
 
AFRODITE
Hoje conheci uma pessoa,
alguém muito especial...
Deparei com Afrodite...
Não era a grega deusa mitológica da beleza e do amor.
Vi uma pessoa tangível,
consistente, contemporânea...
Tinha na pele clara, pequeninas manchas,
lábios suaves, sorriso amplo,
dentes em marfim...
Trajava calça vermelha,
mini-blusa preta contrastando com a pele alva.
Caminhou em minha direção,
tive um frêmito...
Parou diante de mim, olhou-me de alto a baixo...
Ouvi minúsculas palavras...
Afrodite, eternamente sonharei com esses milésimos de ti...
 
 
 

Sereia

Saio nas horas insólitas, bem próxima ela está...
Negro vestido e longos cachos dourados,
tem na pele o sensual convite...
Alvos e perfeitos dentes sorriem paixão aos incautos...
Corpo esguio...

Lorelay sereia de mil encantos,
anjo louro dos meus sonhos irrealizados...

Com seu mavioso canto conduz para eternos prazeres...
Olhar que desafia os mais resistentes de todos os seres...

Para não cair em seus encantos ignoro sua presença,
mas em noites de ócio,
Você vem povoar todos os meus sonhos de amor...



 
 
 
 
ANJO MORENO
És meu Anjo moreno feito de ébano e marfim,
os diamantes da Terra estão incrustados em Ti...
Estrela Vespertina que anuncia a noite,
e traz ilusão aos meus olhos serenos,
mesmo assim,
eu bebo na fonte de tua cândida expressão...

Quero beijar teus olhos,
quero beijar tua cútis morena,
quero beijar teus lábios,
quero tocar teu corpo,
és a dama dos meus desejos nascentes...

Menina formosa em mulher,
à frente de um passo meu está outro seu,
eu te sigo por todos os caminhos do teu Ser...
 
 
 
 
 
 
MUSA
 
Tu és essência da minha vida,
definitiva História de Amor...
De tanto percorrer-te:
Aprendi os segredos de tua geografia,
explorei teu montes gêmeos encimados de róseos cumes...

Teu pequeno triângulo,
meu maior momento de folguedo,
parte perfeita de tua geometria...
Teus braços poderiam ser os da Vênus...
Tem luminosidade o teu sorriso...
Caminho entre tuas magníficas paisagens...
Tu, rosa sem espinhos,
cultuada nos jardins suspensos do meu coração,
em tempos imemoriais,
tua fórmula desapareceu...

Sou mais um dos teus súditos...
Eu te amo nesta vida...,
e em todas que ainda viverei...



 
 
GÊNESIS
 
 
No início...
Deus..., em sua infinita sabedoria, notou que a Terra estava vazia...
 
Que faltava algo...
Que NÃO havia alguma coisa...
Que não havia o SEMELHANTE...
 
Então, criou o HOMEM...
Imagem e semelhança...
Mas a CRIATURA, egoísta, má e desobediente arranjou sua saída...
Para sua desobediência não havia perdão.
 
Será que um dia RETORNAREMOS ao Paraíso do Éden?
 
 
 
 
 
ORAÇÃO
Senhor dê-nos mais um dia de lutas.
Que o dia de hoje seja tranquilo como todos os outros.
Iluminai-nos mais uma vez...

Agilidade no cumprimento de nossas tarefas.
Afastai, de nossos caminhos, todos os males...

Que nossa presença não seja percebida pelos inimigos,
e que sejam alcançados nossos objetivos.

Vigiai-nos e livrai-nos do mal que voa à noite.                                                                                  
 Assim seja...
 
 
 
DEUS
Primeiro Pensamento de todas as horas...
Primeiro Pensamento antes do sono,
antes do sonho,
antes do amanhecer...

Estais comigo sempre!
Nos fatos cotidianos vejo Tua presença...
Conforto, esperança, redenção para aqueles que sofrem misérias humanas...

Água Límpida...
Fonte Eterna...
Essência de todo Ser...

Centelha do Tudo,
Pai, Filho, Espírito Santo.

Rogo a Ti:
Olhai
Protegei
Fazei
Outorgai...

Senhor perdoai-me por tantos pedidos!
 
SÊ BEM-VINDO!
Bem-vindos DIAS FUTUROS!
Com VOCÊS venham:
Excessos de Paz
Muitas prosperidades
Realizações
Fim das restrições...

Liberdades...
Hoje, amanhã e SEMPRE!

Que todos os males,
Que todas as misérias sociais,
tenham FIM...

Que haja AUTORIDADE,
que seja o início dos BELOS SONHOS...
 
 
 
 
 
ADORMECIDO
Primeiro um português
depois o francês
o espanhol
o holandês
Indiretamente, o inglês...

Ainda (hoje) não somos livres,
de um Tio Sam somos "fregueses"...

Mudamos o patrão
o amo
o donatário
mas, temos (sempre) um proprietário...

Quando enfrentaremos nossa verdade?
Somos
Temos
Queremos
Um país que viva por liberdade...
 
 
 
 
DESCOBRIMENTO
Nos idos de março saíram de Restelo caravelas comandadas por Cabral.
A esquadra, marinheiros, exilados e Caminha...
Chegaram a vinte e dois de abril do ano de mil e quinhentos.
Primeiro o Monte Pascoal...
Chamaram à Terra de Vera Cruz, mais tarde Brasil...
Encontraram povos diferentes...
A chacina foi total...

Ensinam nas escolas que estes homens são heróis...
Eu tenho as minhas dúvidas...

Aqui...
Ficaram os degredados!
Ficaram os degredados!
Ficaram os degredados!
 
 
 
 
Decadência
É...
Brasil do Presente
Milionários indiferentes
Povo dependente...
Banqueiros
Políticos
Arruaceiros...
Demagogias
Hipocrisias
Palavras de todos os dias...
Corrupção
Devassidão
Turbulência
Incoerência
Violência...
Sem educação
Sem saúde
Sem empregos
Sem habitação


O Povo, pelas ruas, perambula...
O Governo diz:
- Tudo está NORMAL...


Exploram (VERGONHOSAMENTE):
A Questão Social...
O socorro NÃO vem!...


Primavera
Aurora das Estações,
uma vez por ano vejo teu porvir,
teus dias são graças aos corações...

Nos teus momentos:
Paz aos Povos do Universo...
A felicidade emana teus raios,
e a vida renasce por Ti...
As flores renovam...
A morte não gera desilusões...
O homem cria Novas Esperanças...
Teu rastro é seguido por Todos...

Primavera,
época primeira,
juventude de setembro a dezembro,
sorrisos, saudades, serenidades em Ti...

 
 
 
 
SOLIDÃO DE MORTE TRISTE
Este fato (REALMENTE) ocorreu...
Numa noite fria Ela vinha pela estrada...
Iracema (talvez!) não tinha lábios de mel...
Trazia nas mãos uma garrafa de "pinga"...
A última garrafa (FECHADA) de sua vida...
Veio, em contrário, um caminhão...
À frente uma curva,
a última de sua vida...
Em contrário, um caminhão,
violento foi o "baque"...

POLÍCIA
BOMBEIROS
RABECÃO DO CORPO DE BOMBEIROS
SOLIDÃO
ENORME SOLIDÃO
SILÊNCIO...

Por uma garrafa de "pinga"...
Por um gole de "pinga",
por uma noite de tristeza e de solidão,
a tragédia aconteceu...
Nesta noite chuvosa Ela evanesceu...
Um grito de natureza...
Atacam à Natureza:
Poluição - Devastação...
Extração - Sem redenção...

Desmatamento sem desenvolvimento...

Fim da Flora
Fim da Fauna
Fim das Águas
Conclusão - Extinção...

O homem sem visão causando SOLIDÃO...

No Presente,
Devemos impedir esta DESTRUIÇÃO...
Arte pela Arte NÃO!
Vamos promover conscientização....
E também,
à PRESERVAÇÃO...


 
Para todos que lutam contra as mazelas ambientais...
REALIDADE
O meu Amor é desprovido de interesse carnal,
é platônico este meu Amor...
Ela é morena de negros cachos,
há na sua voz doçura de mel...
Um jeito de moça brejeira...

Do meu afeto nunca lhe falei,
imagino-a próxima de mim,
seus braços nos meus braços,
seus olhos nos meus olhos,
seu corpo no meu corpo...
Instantes de pura imaginação...
Platônico Amor...
Platônica paixão...

Como eu gostaria que fosse minha REALIDADE!!!
 
 
 
 
LIBERDADE
Em agonias meu coração pulsa desprovido estou de ti...
Ó Liberdade! Estar longe de ti é como morrer em vida...
Sinto falta dos teus olhos luzidios,
necessito dos calorosos carinhos teus,
sinto ausências do teu corpo,
tenho falta de você...

O fantasma da solidão é meu triste companheiro...
Em silêncio, meu coração chora lágrimas de dor,
enegrece a cada instante o meu semblante,
é perdida minha esperança de novamente encontrá-la...

Liberdade, na multidão dos meus pensamentos,
a imagem primeira é você...
Alegra-me saber que você existe...
Alegra-me saber que você é minha...
És Tu Musa etérea que se faz presente,
obsessão sadia que quero ter,
e só traz bem ao meu coração,
e não desejo esquecer-te...

Liberdade, noite de lua, brilho intenso meu,
tu és o Todo de mim...
Esperança que creio, cura de todos os males...
Eu te amo...
Eu te quero...
Eu te espero...
Eu te gozo...

Liberdade, repouso eternamente meu.


 
 
 
 
 
 
 
 
FALSA VESTAL
Enamorei-me de uma (falsa) Vestal,
olhos negros e brilhantes que amei,
adorei a pele morena quente e macia,
como a uma deusa romana,
prostrei-me diante de ti...
Ouvi no seu canto de sereia o doce chamado do Amor,
eternamente te quero na tranquilidade de minha vida.
Nos meus pensamentos és musa constante.
São insônias as noites sem ti.
Dos seus futuros planos quero ser,
com o seu Amor quero viver.
Um harmonioso lar e muitos sonhos a realizar...
Eu te quero por todos os anos que ainda posso ter...
Ouro de tolo.



 * Vestal - Sacerdotisas de Vesta, deusa romana do fogo, permaneciam virgens e guardavam a chama sagrada do templo, por extensão: mulher muito honesta, casta.
 
FIM
Há um vazio em meu coração,
acostumei-me as horas de Ti...
E agora?
Sem Você...
Como será o meu dia-a-dia?
Suas páginas não mais decifrarei...
Escolheste outro caminho...
Teus olhos não mais realizarei...
Agora Tu vais procurar outro Amor...
Mesmo assim, desejo-te... FLOR...
Ouro de tolo!...
 

CopyRight © Cepedê Sistemas & WebSites - Comércio eletrônico.