Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha







EDSON DIAS






Ressurreição

Aleluia! Cristo Ressurgiu!
 
 
“Antes de tudo, vos entreguei o que também recebi: que Cristo morreu pelos nossos pecados, segundo as Escrituras, e que foi sepultado e ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras” (I Coríntios 15:3-4)
 
                        No Brasil e em boa parte do mundo, os crentes comemoram o dia mais importante do calendário cristão, a Páscoa. Acredito que essa festa espiritual acompanhará a Igreja até o último dia de sua história terrena, pois nela celebramos a pedra fundamental do evangelho, o clímax das boas novas de salvação, o âmago da nossa fé, qual seja: A Ressurreição de Jesus Cristo.
                        A ressurreição de Cristo é a pedra de esquina, que coroa e sustenta toda a estrutura de nossa fé. A ressurreição é o baluarte da Igreja, que a mantém viva, unida e cheia de esperança. Imagine-se, por um instante, Cristo preso no túmulo e todo o plano da redenção se desintegra, tudo acaba, perde o sentido, perde a força, e, como diz Paulo, “somos os mais infelizes de todos os homens” (I Coríntios 15:19).
                        A ressurreição de Jesus é verdade de grande magnitude. É bela e cheia de propósito. Sem ela, nenhuma pessoa poderia, jamais, ver-se livre do pecado e da condenação eterna. O apóstolo afirma; “se Cristo não ressuscitou, é vã a vossa fé, e ainda permaneceis nos vossos pecados” (I Coríntios 15:17). Entretanto, a ressurreição do Carpinteiro de Nazaré ocorreu, destruindo por completo o poder do pecado e abalando para sempre os mais elevados poderes espirituais do reino das trevas.
                        Assim cremos. Portanto, sabemos que os crentes já falecidos não partiram iludidos por uma esperança morta; antes, acham-se seguros em Jesus e suas vidas estão preservadas nEle, em glória. E, nós, que agora vivemos, podemos confiantemente depositar nEle a nossa fé, porquanto os nossos pecados foram perdoados e a barreira, que antes existia entre nós e Deus, foi inteiramente removida.
                        É Páscoa; é tempo de celebração; é dia de festa. Ofereça a Deus louvores, agradeça, olhe para o alto, pense no túmulo vazio, glorifique o Cordeiro, cante:
 
Da sepultura saiu!
Com triunfo e glória ressurgiu!
Ressurgiu, vencendo a morte e o seu poder;
Pode agora a todos vida conceder!
Ressurgiu! Ressurgiu! Aleluia! Ressurgiu!
 
                                                                              Rev. Edson Dias

 


Tempo de carregamento:0,08