Izabel da Rosa Correa






IMAGEM


A admiração do teu olhar
nutre a minha vaidade.
Ilusão de ótica,
máscara adequadamente posta
para agradar, atrair.

Não ofereço a outra face,
aquela que o espelho expõe
na solidão das manhãs.

Perdôo o reflexo atrevido
a refração que questiona
a minha imagem real
e devolvo-lhe a pergunta
Quem sou eu, afinal?

CopyRight © Cepedê Sistemas & WebSites - Comércio eletrônico.