José Magalhães






SEM CELERIDADE

A sazonal fria seca!
O ar gélido agrediu minha face!
Passos sem presteza...
Consciência de o púrpuro repousar!
Solitário a água acalorada!
Desliza devagar e consigo...
... um espirito sensual!
Junto ao seu toque escarlate!
Prenúncio de uma noite...
Voluptuosa, inesquecível!
 

CopyRight © Cepedê Sistemas & WebSites - Comércio eletrônico.