Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha







Erwelley C.de Andrade






A presente Ausência do seu Amor

 A presente ausência do seu amor
 
 
 
Seu corpo não é meu,
Mas do seu coração
A dona sou eu.
 
 
Sua boca, não sou
Eu quem beija,
Mas o gosto da saudade,
Sou eu quem deixa.
 
 
Sua voz ao pé do ouvido
Não ouço mais há anos,
Mas em sonhos de amor,
É meu nome que chamas.
 
 
O brilho dos seus olhos
Não posso mais apreciar,
Mas a doçura do meu sorriso
É o que com carinho
Os faz brilhar!
 
 
Sua vida é minha história,
Seu coração é minha certeza
Da lembrança eterna
Do nosso amor na memória.
 
Érwelley C. de Andrade
 
04/02/2011
 
 
 

Tempo de carregamento:0,04